Quarta, 08 Dezembro 2021 22:39

Vice-procuradora-geral do Trabalho, analista judiciário e professor tomam posse  

A partir do alto à esquerda, no sentido horário, Maria Aparecida Gugel Washington Luís Batista Barbosa e Thiago Celli Moreira de Araújo A partir do alto à esquerda, no sentido horário, Maria Aparecida Gugel Washington Luís Batista Barbosa e Thiago Celli Moreira de Araújo
A vice-procuradora-geral do Ministério Público do Trabalho (MPT), Maria Aparecida Gugel; o analista judiciário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Washington Luís Batista Barbosa e o professor Thiago Celli Moreira de Araújo tomaram posse como membros honorários do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), na sessão ordinária desta quarta-feira (8/12), conduzida pela presidente nacional, Rita Cortez. Foi a primeira sessão realizada de forma híbrida, ou seja, virtual e presencialmente, desde o início da pandemia. Alguns consócios estavam no plenário histórico, ao qual tiveram acesso após apresentarem os seus cartões de vacinação, comprovando a imunização completa contra a Covid-19, e terem as suas temperaturas aferidas.  
Indicada pelos representantes estaduais do IAB no Distrito Federal, Joelson Costa Dias e Luís Antônio Camargo de Melo, a procuradora escolheu fazer parte da Comissão de Pessoas com Deficiência. Ex-procurador-geral do MPT, Luís Antônio Camargo de Melo, ao saudar a nova consócia, disse: “Entramos juntos no mesmo concurso para o Ministério Público do Trabalho”. Ele acrescentou: “Cida Gugel tem uma trajetória brilhante, marcada pela ocupação de cargos relevantes e, principalmente, pela defesa das pessoas com deficiência, que são rejeitadas pela sociedade e precisam de acolhimento”.  

Joelson Costa Dias também fez questão de saudá-la: “O IAB, que a recebe de braços abertos, ganhará muito com a sua qualificada capacidade profissional”. Emocionada, Maria Aparecida Gugel disse: “É uma honra ter sido indicada pelos queridos amigos Camargos e Joelson e poder ingressar nessa instituição que, há quase dois séculos, tem contribuído com a construção da sociedade brasileira”. E acrescentou: “Quero participar dos debates, sobretudo os referentes às supressões dos direitos trabalhistas, como também às questões relacionadas aos idosos e às pessoas com deficiência”. 

Vasta experiência – Os representantes estaduais no DF também trouxeram para o IAB o analista judiciário do TST, que optou atuar na Comissão de Seguridade Social. “Quem diria que o rapazinho de Fortaleza chegaria ao Instituto dos Advogados Brasileiros?”, destacou Washington Luís Batista Barbosa. O novo consócio também disse que espera, “humildemente, contribuir com os trabalhos jurídicos do Instituto destinados a aperfeiçoar a seguridade social, que é tão importante para a sobrevivência de milhões de brasileiros, muitos dos quais são pessoas com deficiência”. Segundo Luís Antônio Camargo de Melo, o analista “é um grande estudioso dos problemas hoje enfrentados pelo Direito do Trabalho e o Direito Previdenciário”. De acordo com Joelson Costa Dias, “o IAB ganha muito com a chegada de um profissional com uma vasta experiência no serviço público”. 

Professor da Pós-Graduação em Criminologia, Direito e Processo Penal da Universidade Candido Mendes (Ucam), Thiago Celli Moreira de Araújo vai se juntar aos membros da Comissão de Criminologia, presidida por Marcia Dinis, que o trouxe para o Instituto. O novo consócio foi saudado pela secretária-geral da comissão, June Cirino dos Santos. “Thiago Celli é, com toda certeza, um dos mais brilhantes criminólogos da nova geração”, ressaltou ela.  

Na sua primeira manifestação da tribuna virtual, o membro honorário afirmou: “São grandes a alegria e a emoção por passar a integrar os quadros do IAB, que sempre marcou a minha vida, pois os principais professores que tive são membros do Instituto, como Alexandre Dumans, Juarez Cirino dos Santos e Roberta Duboc Pedrinha”.