Quarta, 06 Outubro 2021 21:58

Desembargadora federal Mônica Sifuentes toma posse como membro honorário 

Mônica Sifuentes Mônica Sifuentes
A desembargadora federal Mônica Sifuentes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), tomou posse como membro honorário do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), na sessão ordinária virtual desta quarta-feira (6/10), conduzida pela presidente nacional, Rita Cortez. Trazida para o Instituto pela diretora Cultural e de apoio à Escola Superior do IAB (Esiab), Leila Pose Sanches, a magistrada escolheu atuar na Comissão de Direito Internacional. “Para mim é uma honra fazer parte deste Instituto que há 178 anos vem representando bem os advogados e defendendo os valores da Constituição Federal”, disse a nova consócia. 
Esta não foi a primeira vez que Mônica Sifuentes esteve no canal TVIAB no YouTube. No dia 12 de agosto de 2020, ela, que é membro do Instituto Victor Nunes Leal (IVNL), conduziu no canal o webinar A defesa da democracia – seminário do IAB e do IVNL em homenagem ao Dia do Advogado. Participaram do evento, aberto pela presidente Rita Cortez, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Ayres Britto e o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Fernando Neves. 

Na sua primeira manifestação como membro do IAB, a desembargadora também disse: “Trabalharei para continuar a missão do Instituto, de engrandecer o Direito, aprimorar a ordem jurídica e zelar pelas instituições e pelo progresso do País”. A magistrada também destacou o relevante papel da advocacia: “Nunca é demais ressaltar a importância da figura do advogado para a realização da justiça, pois é ele que traz ao juiz as demandas da sociedade”. 

 

Leila Pose Sanches fez a saudação à nova consócia: “É uma grande alegria recebê-la no IAB, que passará a contar com uma magistrada muito respeitada pelos advogados, possuidora de notável conhecimento, que tem uma postura exemplar no exercício da magistratura há 30 anos e, com certeza, dará grandes contribuições ao Instituto”. 

Primo da nova consócia, o 1º vice-presidente, Sergio Tostes, também fez uso da palavra: “Temos um laço de parentesco, sim. Mas faço questão de ressaltar a sua capacidade profissional, pois Mônica é uma estrela da Justiça brasileira, entusiasta do Direito, fez uma carreira brilhantíssima na primeira instância antes de se tornar desembargadora e produziu trabalhos acadêmicos brilhantes”. Monica Sifuentes, que teve o seu primeiro livro, intitulado Direito fundamental à educação, prefaciado por Olavo Tostes Filho, pai de seu primo, retribuiu: “Muito me emocionaram as palavras de Sergio Tostes”.